Blog do Waldirio

Dicas para aumentar seu network / Oportunidades de emprego

Bom dia amigos,

Hoje vou escrever um post diferente do que escrevo na maioria das vezes, esse não será muito técnico e também será totalmente em Português, pois o foco é realmente auxiliar alguns amigos no Brasil neste momento difícil que estamos passando e onde as oportunidades de emprego estão cada vez menores e mais concorridas.

Bem, para começar, vou pontuar alguns itens e então entraremos em cada um deles, dando um maior detalhamento.

1. Curriculum

Neste ponto, gostaria de compartilhar um ponto que acredito ser muito importante, existem diversos formatos de CV’s (longos, curtos, com foto ou sem foto, etc etc etc), porém um item que todos devem ter em mente e que realmente atrapalha e fica muito feio em um processo de seleção é o referente a *falar a verdade*, isso mesmo, mesmo nos dias atuais, isso é um grande problema, notem que pode ser até um ato não proposital e/ou sem querer *eu prefiro pensar assim*, mas por exemplo:

Inglês Fluente

(e o candidato não consegue falar uma frase sequer completa em Inglês com o entrevistador)

Expert em Virtualização

(e o candidato não sabe o que é um hypervisor e/ou um guest)

Expert em Oracle

(e o candidato não sabe o que é um Tablespace, Datafile ou Controlfile)

 

Coloquei acima alguns exemplos, mas isso acontece a toda hora e fica realmente chato para o entrevistado, pois acreditem, quem está realizando a entrevista conhece do assunto, ou caso não conheça, irá colocar alguém que conheça para conversar contigo, logo, seja humilde realmente e coloque no CV a sua situação atual. Ninguém ficará chateado se ver (Conhecimento em Oracle – Básico) e o suposto candidato não souber explicar detalhadamente um Tablespace, mas a partir do momento que é um expert, esse é o mínimo esperado.

 

2. LinkedIn

LinkedIn atualmente é uma ferramenta mandatória para a maioria dos profissionais, é realmente a indicação que ajuda e MUITO no momento do Network. A ideia do LinkedIn é criar um relacionamento profissional *vejam, somente profissional, sem correntes, sem propagandas políticas, sem apologia a algum assunto de interesse particular ….., somente profissional* onde um pode ajudar o outro.

Por exemplo, eu atuo hoje na Red Hat como Engenheiro de Suporte, e faço minhas atividades físicas na Academia XPTO, logo, na mesma academia há diversas pessoas *malhando* e normalmente ninguém fala sobre trabalho, pois o pessoal está lá para realmente malhar, puxar ferro, queimar gordura, etc …, mas sim, muitos do que estão ali também trabalham com IT e poderiam ser um ótimo contato, seja para negócios atuais e/ou futuros. Leia-se *negócios* como possibilidade de mudança de carreira e/ou vagas, tanto sua como a de qualquer outro profissional que esteja na sua lista de contato / Network.

Isso é válido para N tipos de carreiras, como por exemplo:

– IT

– Fotografia

– Engenheiro (N variações)

– Designer

– Fisioterapia

– Medicina

– etc etc etc

 

Um ponto que deve estar claro também sobre o LinkedIn é, prepare o seu perfil e inclua uma foto, isso mesmo, adicione uma foto ao seu perfil, MAS CUIDADO. Uma foto da balada ? não .., uma foto mais profissional, pois foto da balada é para o Facebook. ;-)

 

No LinkedIn há diversas dicas interessantes para se utilizar o produto, vou descrever abaixo alguns deles.

  • Dúvidas Comuns

É normal termos dúvidas de qual tipo de informação colocar ou não no LinkedIn, lembre-se, essa é uma rede profissional, logo, coloque tudo o que seja profissional, tente focar no seu perfil profissional e tudo dará certo. Algumas vezes há dúvidas se algum item é profissional ou não, como por exemplo o que você fez como hobby, no meu caso por exemplo Mergulho, notem que para mim foi Hobby mas para outros é profissional, e pode ser que em um futuro *próximo ou não* isso possa se tornar profissional também para mim .., logo, sim, vale a pena colocar no LinkedIn.

 

Outra dúvida muito comum é, *Conheço essa pessoa, mas não tenho intimidade e/ou nunca troquei uma ideia na balada com ela. Adiciono ou não ? *. :-), novamente, essa é uma rede profissional, logo, se vocês foram *apresentados* por exemplo em um evento, sim, adicione esse contato, a pessoa vai se recordar de você no evento e sim, será mais uma conexão profissional.

 

Falando em Cartão Visita, teremos um tópico somente sobre esse ponto, mas é muito importante você *dar e receber* cartão visita, e assim que você receber os cartões, seria muito válido você ter esse contato em sua lista de contatos, assim como adiciona-lo via LinkedIn. Mais para frente apresentarei um aplicativo que gosto bastante chamado Evernote, onde o mesmo já tira a foto do Cartão de Visita, coleta todas as informações do cartão, lhe permite adicionar em sua lista de contatos (Google Contacts por exemplo) e o tchan, permite buscar o contato no seu LinkedIn e caso encontre, já envia um convite!!! WOW :-)

  • Seguir Empresas e Encontrar Pessoas ?

Bem, para que eu gostaria e/ou precisaria seguir uma empresa ? Vou utilizar a mim mesmo como exemplo, minha área de atuação é IT e eu gostaria sim de saber das oportunidades na área de IT, logo, quais seriam as grandes empresas de mercado hoje ? IBM, Facebook, LinkedIn, Google, Microsoft, Red Hat, e por ai vai …, normalmente essas empresas publicam dicas, novidades e também informações sobre oportunidades / vagas na sua página, mas só recebe e/ou consegue visualizar de forma automática quem estiver seguindo. ;-)

E como seguir ? Vamos lá, na sua página do LinkedIn, no campo superior, onde você pesquisa, você pode digitar o nome da empresa e selecionar o tipo empresa, conforme imagem abaixo

Neste caso, ao digitar o nome, é possível ver as opções, note que ao lado direito temos as classificações (Pessoas, Empresas, Grupos, etc). Em nosso caso, o foco seria Empresas

comp01

 

Podemos também efetuar o filtro diretamente na caixa de texto, onde podemos filtrar por Empresas, dai fica a gosto usuário. ;-)

 

comp02

Após localizar a empresa de interesse, você verá a pagina principal da mesma, conforme imagem abaixo. Bem, itens importantes nesta tela, cliquem sobre o botão no canto superior direito *Seguir* para passar a receber informações sobre essa empresa, no meu caso, já sou um seguidor, logo, o botão que aparece é *Seguindo*.

Outra informação muito importante aqui é referente aos contatos que seguem essa empresa, podemos ver que essa empresa possui 8.789 funcionários, bem, 8789 pessoas da Red Hat estão cadastradas e a principio acessíveis via LinkedIn. Humm, ótima oportunidade para se criar um Network, logo, clique sobre *Visualizar tudo*

comp03

Nesta tela, caso você já possua contato com alguém da empresa, aparecerá como conexão de primeiro nível, caso você conheça alguém (tenha conexão) que seja contato de um profissional desta empresa, aparecerá como conexão de segundo nível, e por ai vai …

Abaixo, podem ver que tenho alguns contatos de primeiro nível, assim como *conexões compartilhadas*.

comp04

Vamos abordar um pouco as conexões compartilhadas, no exemplo, eu não tenho conexão com Frank, mas posso ver que temos 3 conexões compartilhadas, logo, ao clicar sobre, eu vejo quem são os profissionais / amigos em comum e sim, posso utilizar esse caminho para fazer o contato com o Frank via Andrew, Diógenes ou Thomas. Esse é o famoso *QI* e que realmente funciona, pois uma indicação positiva é sempre muito bem vinda, quando de uma pessoa que você já conhece e confia. Sempre falo para os amigos, me USEM no LinkedIn, é exatamente sobre esse ponto, pois caso você esteja pesquisando em uma empresa, e eu seja uma conexão compartilhada, fiquem a vontade para me ligar, falar, chamar no chat, enfim, a ideia é realmente compartilharmos nosso Network para que o próximo seja beneficiado.

comp05

E esse processo ocorre com todas as empresas. Vamos verificar na página da IBM.

Neste podemos verificar *Visualizar vagas* e também um link para *Visualizar todos os 469.928 funcionários* :-)

comp06

 

Vamos começar pelas vagas, notem que ao clicar, você poderá ver todas as vagas disponíveis na IBM, ou seja, é um caminho realmente útil e vivo no que tange oportunidades de emprego, e para aplicar, basta que você seja cadastrado no LinkedIn.

comp07

Quanto aos contatos, podemos ver todos os funcionários da IBM, bem como as conexões compartilhadas, dai é realmente verificar se você já possui uma conexão e caso não, se conhece alguém que poderia ser sua conexão. Vai que o rapaz ou a menina que corre do seu lado na esteira não apareça ai na lista !!! ;-)

comp08

 

Um outro ponto de vista que gosto muito, no que diz respeito a empresa é, ao entrar em uma empresa e verificar todos os profissionais, você pode realizar uma série de filtros, seja por nome, empresa que trabalhou, posição na empresa, etc

Na mesma tela onde aparecem os profissionais, no canto superior esquerdo, você pode clicar sobre Avançada e a partir dai definir filtros.

comp09

Não colocarei N imagens aqui para demonstrar, mas dicas válidas seria RH ou HR, onde vocês poderão encontrar as pessoas que realmente participam do processo de seleção, como por exemplo

– Analista de RH

– Consultora de Change Management, processos e sistemas de RH

– RH Analyst at IBM

– HR Recruiter IBM

– HR Business Partner na IBM e Professional & Self Coach

Bem, acredito que essa seja uma das dicas mais valiosas e que poucos utilizam. Cuidado OK, o objetivo aqui não seria fazer de você um Spammer para essas pessoas, até por que assim como elas contratam, elas também podem não lhe contratar e fazer com que você não seja contratado por um bom tempo, logo, use o bom senso.

 

  • Encontrar Pessoas ?

O processo de encontrar pessoas é muito similar ao de encontrar Empresas, em vez de utilizar o nome da Empresa, você colocará o nome da pessoa.

 

  • Fazer Contatos ?

SIM !!!!, é muito importante manter seu LinkedIn atualizado e sempre com novos contatos, manter vivo esse Network é o que gira a roda, é o que motiva as pessoas e é o que faz o LinkedIn ser o que é e funcionar, logo, tente tirar uns 10 minutos do seu dia para tratar e gerir seu Network, não lhe fará mal, somente pontos positivos.

 

  • Gerenciar / Exportar Contatos ? (esse é muito bom, mas cuidado)

Essa também é uma  informação valiosa e para ser utilizada com cuidado, com o passar do tempo, sua rede de contatos vai crescendo e em um determinado momento, você gostaria de enviar um email, filtrar os profissionais por área de atuação ou algo do gênero, então, como faze-lo ?

No LinkedIn, clique em Minha rede – Conexões

comp10

Na tela que segue, é possível verificar todas as sua conexões, mas e agora ? Como filtrar, como brincar ? Notem que no canto inferior direito há uma opção de *Exportar conexões*, cliquem sobre o mesmo e voilá

comp11

Neste momento, será questionado o formato de arquivo, você pode selecionar o tipo CSV (Comma Separated Values) e clique em Exportar

comp12

Será questionado se você quer Salvar ou Abrir, Salve o mesmo.

Screenshot from 2016-09-05 08-31-19

 

Escolha o local para salvar seu arquivo.

Screenshot from 2016-09-05 08-31-40

Muito bem, após o arquivo salvo, você deverá importar o arquivo texto, utilizando o “,” como delimitador, e o seu resultado final será algo como abaixo:

Você terá um arquivo com todos os seus contatos e campos que o LinkedIn lhe permite.

comp13

E melhor, adicionando um auto filtro, você pode criar infinitos filtros e extrair dados do seu arquivo original.

comp14

Bem, espero que tenham gostado desta dica e novamente, CUIDADO, pois SPAM não é saudável ok !!!

 

3. Facebook

Facebook é legal, é interessante, mas o foco inicial não é para uso corporativo, atualmente acompanho também pelo face uma série de Grupos com foco de compartilhamento de oportunidades e tal, é possível ? Sim, e existem muitos, dai fica a gosto de cada um. Meu ponto de atenção com o face é mais focado para a exposição de informações abertas ao público, bem como o que você escreve.

Falando nisso, esse é outro ponto BEM IMPORTANTE, atualmente os entrevistadores / time de RH, ao realizarem um processo seletivo, coletam informações do candidato de várias fontes, inclusive facebook, logo, se você é um daqueles que xingam, fazem apologia a algumas coisas que *sabemos ser erradas* e tem uma postura um tanto fora do normal para com seus pares, fiquem atento, isso conta e muito, podendo ser desclassificado até mesmo antes de iniciar no processo.

Obs.: Quanto me refiro aos itens acima, não estou falando de opção sexual, cor de cabelo, se é EMO ou não, mas sim do tipo que xinga todo mundo, não tem respeito pelo próximo, falta de caráter previamente assumido, enfim, esse tipo de postura.

 

4. Cartão Visita

Simmmmmm, façam seu cartão visita e divulguem-se o máximo possível, como já dizia minha avó, propaganda é a alma do negócio. Para que os demais lhe conheçam, é necessário que você venda sua imagem e como fazer isso ? via cartão visita. Existem N modelos variados, com QR code, com endereço físico, somente com endereço de email, mas a essência do cartão é ter uma forma de contato com você e sim, o que você é ou faz ? essa informação irá ajudar a cliente *ou futuro cliente* a se lembrar de você quando olhar para o cliente.

Já tive alguns tipos variados de cartão visita, abaixo meus dois últimos.

cc01

Bem, para concluir esse item, minha sugestão *de verdade* é façam seus cartões visitas e os distribuam, independente da empresa que trabalhem. Caso sua empresa já lhe disponibilize cartão, ok, caso não, faça o seu e o utilize como sua forma de conexão.

 

5. Google Apps

O Google Apps hoje é uma plataforma bem interessante para as empresas, pois possui ferramenta de email – Gmail, agenda compartilhada – Google Schedule, Google Docs, Sheet, Draw, Google Drive, Google Hangout, enfim, uma série de pacotes que lhe permitem trabalhar colaborativamente, ou seja, em time, mas o melhor de tudo, não é necessário você contratar o Google Apps, pois as mesmas funcionalidades encontram-se no seu Google / Gmail normal de usuário. Em breve escreverei um post somente sobre o ambiente Google, mas realmente recomendo que utilizem todos os recursos, pois são muito bons e com evolução contínua.

 

6. WhatsApps

Nem somente para a diversão existe o WhatsApp, hoje é muito utilizado para o contato via chat, via voz (tanto mensagem como voz via IP), envio de imagens, arquivos, etc, mas um grande lance to WhatsApp com foco em negócio ou business é criar grupos profissionais, por exemplo, posso criar um grupo de profissionais de designer, onde ao chegar um determinado trabalho, ou posso enviar ao grupo e o que estiver disponível pode pegar esse freelance. Notem que isso não está restrito a designer, mas pode ser utilizado para IT, Mecânica, Elétrica, enfim, serviços em geral.

Minha única recomendação é, defina poucos admins e tudo fluirá normalmente. :-)

 

7. Google Groups

O Google Groups é maravilhoso para se fazer o compartilhamento de informações para um grupo, podendo essa informação ser pública ou restrita *de acordo com a configuração do grupo*. Note que podem ser enviados arquivos anexos, textos e também ser moderado, de forma a manter a *normalidade* do grupo.

Um exemplo de grupo que temos hoje (mantenho com vagas referente a IT) é o

https://groups.google.com/forum/#!forum/job_it_opp_br_linux_ms

 

Recomendo abaixo alguns grupos que participo

https://groups.google.com/forum/#!forum/fbio-bonanho—anncios-dirios-de-vagas-de-emprego

https://groups.google.com/forum/#!forum/listadasimone

https://groups.google.com/forum/#!forum/network-lqueiroz

https://groups.google.com/forum/#!forum/rio-vagas-free

 

8. Idioma

Atualmente o Inglês é um grande limitador de oportunidades, pois cada vez mais, estamos em um mundo globalizado e tendo que se comunicar com outras pessoas, logo, minhas dicas sobre Inglês

– Se tem com quem falar / praticar em Inglês, o faça

– Se gosta de ver filmes, seriados, etc, defina o áudio em Inglês para treinar seu Listening

– Um ótimo aplicativo para Smartphone que poderá lhe auxiliar no Inglês é o Duolingo

– Já fiz alguns cursos de Inglês, alguns focam em gramática, alguns focam em conversação, enfim, ambos são válidos, mas acredito que a conversação seja um grande diferencial, pois é o que vai realmente lhe proporcionar a comunicação.

 

9. Especialização

Atualmente escutamos muito falar que não há emprego e/ou oportunidades de trabalho, mas notem que não há profissionais qualificados, e isso é fato.

Pegando para a minha área como exemplo (TI, Infraestrutura, Cloud, Virtualização, Infra Estrutura como Serviço (IaaS), Plataforma como Serviço (PaaS), Container, etc), há MUITAS oportunidades para profissionais, tanto para atuação temporária como para atuação de longo prazo, porém ……….. não é fácil encontrar profissionais qualificados e/ou certificados.

Nesta última fala, notem, “qualificados e/ou certificados“. Para se qualificar, você pode estudar tanto pelo produto (CloudForms) como pelo projeto (ManageIQ) por exemplo, e utilizando o material oficial da Red Hat, porém para se certificar, é necessário realizar um exame e ser aprovado no mesmo. Sim, isso vale e muito, pois é um grande diferencial e atualmente muito cobrado pelas empresas, até mesmo por questões contratuais.

Essa visão é valida não somente para Red Hat, mas para N empresas como Oracle, VMWare, etc, com certeza, nem todas lhe proporcionarão a possibilidade de um projeto, onde você pode baixar, instalar e usar e/ou estudar, mas no quesito certificação, não muda muito, você precisa estudar e estar apto a realizar um exame e sim, ser aprovado no mesmo., logo, que comecem os estudos e bons exames !!!

Logo, minha dica sobre esse ponto, se estás pronto, parabéns, caso não, se prepare, pois acredite, alguém ao seu lado está se preparando e pode pegar aquela vaga sonhada e/ou esperada a longa data por você.

Abaixo alguns treinamentos OnLine que recomendo

https://www.redhat.com/pt-br/services/training/learning-subscription

– <aos amigos, fiquem a vontade para colaborar aqui !!!>

 

Podemos citar também instituições que entregam cursos com valores abaixo do mercado e/ou a custo zero, como é o caso do SESC, SESI, SENAI, ou seja, o grupo S. Para verificar, basta acessar o site de cada um e/ou fazer contato direto com a instituição.

 

10. Tempo para Estudos

Esse é um ponto interessante onde alguns amigos geralmente “zoam” :-D, por que ?

Alguns gostam de estudar um assunto por vez, outros diferentes assuntos ao mesmo tempo, enfim, particularmente eu gosto de estudar as 5am :-D, isso mesmo, acordar as 5am é bom, e o estudo rende bem, outros preferem estudar após as 22pm, enfim, isso é a gosto de cada um, mas a ideia inicial é você definir um tempo para seus estudos, e isso vai somar MUITO no momento de se participar de um processo de seleção.

Atualmente, é *muito fácil* estudar e implementar ambientes variados, com o advento da virtualização, é possível criar N servidores, clientes, diferentes Sistemas Operacionais, simular ambientes de redes, diferentes equipamentos de rede, cloud, virtualização, etc etc etc …. tudo rodando em seu notebook! Olha como é bom a virtualização !!!!

E o principal, FOCO, mantenha sempre o FOCO, se está aprendendo, estude mais, se já está bom, pode melhorar, se é o melhor, mantenha seu conhecimento e estude outro assunto, e assim a roda gira.

foco-nos-estudos

 

 

Qualidade de Vida

Esse é um ponto que não faz parte das dicas acima para encontrar uma oportunidade, mas se você não tiver qualidade de vida e também saúde, desista, pois você não conseguirá fazer nenhum deles …., logo, o principal *no meu ponto de vista* é a qualidade de vida, mas falaremos mais sobre esse em outro post!

 

Bem, se você sentiu falta de algum item que possa auxiliar nesse processo de divulgação, carreiras, etc, fique a vontade para me enviar por email e será um prazer ampliar esse documento (acredito que ele fique vivo e se atualizando por um bom tempo) :-).

 

Abraços a todos

Waldirio

image_pdf
, , , , ,
September 5, 2016 at 12:25 pm Comments (0)

Coffee Cup – Xícara de Café (Spacewalk) / OpenSource :)

Bom dia / Good morning

 

Para meus amigos que pediram, estou disponibilizando o modelo utilizado na xícara de café do Spacewalk, para ter a sua, basta baixar a arte nos links abaixo (arquivo corel ou pdf), levar a uma empresa que trabalhe com sublimação e revelar sua caneca!

To my friends who asked me, I’m turn available the model used in Spacewalk coffee cup, to get your, download the art from links above (corel file or pdf), go to a company which do this kind of service (sublimation cup) and prepare your own coffee cup!

 

Corel file / English version – caneca_spacewalk_eng_cdr

PDF file / English version – caneca_spacewalk_eng_pdf

 

Corel file / Portuguese version – caneca_spacewalk_ptbr_cdr

PDF file / Portuguese version – caneca_spacewalk_ptbr_pdf

 

2015-08-20 12.51.51

 

Mande-me fotos !!!!

Send me pics !!!

 

Abraços e Obrigado

image_pdf
,
October 20, 2015 at 12:08 am Comments (0)

Spacewalk book – Coming soon ….

Dear Friends, good morning

 

I would like to share with you, the book is almost there, Portuguese version completed and in Production (Printing books), and about the English version, at the end of the translation.

UPDATE: Pre Sale!

Below a book description and the new front cover.

 

###

The purpose of this book is to share with readers the best practices for Spacewalk implementation and management, a top level project that helps to manage Linux devices (Fedora, CentOS, Debian and SLE).

 

Reading the book you will be able to install and manage Spacewalk, manage and monitor servers and/or workstations of your environment, keep available errata to registered systems updated and applied, perform auditing routines in all servers (based on OpenSCAP), perform advance network management of Spacewalk, implement a complete management per command line and generate several reports that can be used as environment performance indicators.

 

It’s a great and essential book for professionals who work directly with management and / or Linux environments support as well as for professionals who are passionate about computing in general.

 

Waldirio Manhães Pinheiro
Technical Director at IesBrazil Consultoria e Serviços on Rio de Janeiro (when this book was written, I was in IesBrazil, now I’m working as Solution Architect in Red Hat Brazil, Rio de Janeiro), has been working on computing area since 1999. Certified on Sun Microsystems (SCSA and SCNA), LPI and on Red Hat (RHCSA, RHCE, RHCDS and RHCI). Graduated in Computer Science with extension in Oil Geophysics, and pos graduated in Oil and Gas Geology. Waldirio was born in 1978 in Campos dos Goytacazes and now lives on Rio de Janeiro with his wife and kids.

###

Link to Portuguese Cover version

 

FrontPage

image_pdf

June 6, 2015 at 8:40 pm Comments (0)

How to Setup a New Render Farm (Basic Environment)

Hello Friends, welcome back!

 

Today I’ll show you how to setup a render farm environment. In our sample, we will use 4 machines, two only for process (np01 and np02), one for management (manager01) and another to submit the work (obiwan) :)

 

What we need ?!, so let’s talk about Autodesk products:

 

np01 and np02 – you need install the 3ds max (used in our sample) and Backburner (installed together with 3ds max)

manager01 – only Backburner (you can find installation inside the vendor media)

obiwan – 3ds max and backburner

 

Ok, let’s start for the Manager machine, this machine will be responsible for distribute the job to node computers (responsible for processing / rendering). By manager, will be possible check the status of all jobs submitted and you can cancel, reschedule, retrieve detailed information, etc.

 

In this server, will not be necessary install the full package, you can install only Backburner (looking for the installation inside the vendor media).

 

After installed, execute the application Manager, the icon is similar to this – rf_manager

 

After start, you can see a screen like bellow, so leave the default values and let’s go ahead.

rf_manager_srv

 

Now, let’s check in our cluster nodes (np01 and np02), so you will install the 3ds max with Backburner (if you install using default parameters, the Backburner will be installed automatically). After this you can check the icons like bellow:

rf_manager rf_monitor rf_server

 

In the render nodes, we will execute the Server portion. This will be responsible to establish the connection between the render node and the manager.

After start, will appear a screen like bellow, so in Server Name, you can leave the hostname (server hostname) and in the Manager section, you can set the manager hostname, ip address or select the check box Automatic Search. In our sample I just add the manager hostname (manager01), leave all default values and click OK.

 

rf_server_opt

 

rf_np01

 

Now we have the Manager and Servers configured. What we need is check if they are running as we need, so in our desktop (obiwan – where  I’m working with 3ds max) I’ll execute the Monitor, according the link bellow.

rf_monitor

Will be showed the screen to connect in the manager, so in our sample we define as Manager the server manager01 and click in OK

rf_monitor_log

Will appear a screen like bellow, I’ve tested some schedules in my lab, but when running at the first time, will appear totally blank, without process.

rf00

Note, you can see the State, the Progress, the Status by frame (if you render more then one frame), the server which rendered, etc.

rf01

rf02

rf03

 

Ok, but how can I use this feature ?!, How can I send my render to network !?

 

In your project, you may click in Render Setup, you may define the frame which you would like to render (single or range), the out put file (and here you will define the type file) and in the combo box, side Render button, you will find the option Submit to Network Rendering …

rf_render_opt

 

On the next screen, type the Manager hostname (manager01) and click in Connect, will be showed all servers available to you. Now you will define a Job Name, in Server Usage you can select one single server, a group or all of them (will distribute automatically) and click in submit.

 

net_submit

 

The submit process will manager the rendering process, so will be distributed to all servers from the render farm and the result will be stored where you define in your project (output file).

 

It is really recommended you use a shared storage, the place where all servers can reach and write. In our sample, this path is “\\render01\Progs\projeto\projeto_teste

 

The final result will be similar as bellow, all files generated in the output directory.

 

rf04

 

Well, you can find a complete documentation in the Autodesk website, according link bellow.

 

Feel free to send me feedback about this article.

 

Hope you enjoy!

 

Take Care
Waldirio

 

Source: http://knowledge.autodesk.com/support/3ds-max/troubleshooting/caas/sfdcarticles/sfdcarticles/How-to-set-up-a-basic-render-farm-s.html

image_pdf
, ,
May 1, 2015 at 5:04 am Comments (0)

Rendering multiples cam’s in sequence – 3ds max

Hello Friends, good morning

 

Today I’ll show you how to render multiples cam’s in sequence, without the necessity to wait one cam rendering to start another one.

 

In our very simple sample, we are using a teapot and 4 cam’s, so the idea is generate image sequences from each cam, according your clip or movie, you can select a frame range or render all frames. In our sample, we will render all frames.

 

So the image bellow show us the environment, with 4 cam’s and one object (teapot). Before start the render process, you need change in your render settings to render all frames, after this you can click in RenderingBatch Render…

perspective_view

 

Will appear the screen bellow, here you can add your cam’s, define the frame range, define the output directory and format file. To start, click in Add…

batch_render_01

 

Now, we will include the Name cam01 and select Camera001, our output directory is C:\Users\waldirio.pinheiro\Pictures\3ds\render\ and the file name, I’ll define according the cam, in this case cam01.jpg

batch_render_02

 

Bellow you can see our batch render configured to all cam’s

batch_render_03

 

In case of necessity, for example define a frame range or change resolution, you can select the check box Override Preset and change the configurations.

 

When conclude, you can click in Export to .bat… or Render. Export to .bat will create a bat file (text file that you can execute in command prompt) and will execute all process via cli (command line interface) or you can click in Render, in this case, the process will be submitted locally generating the results in the directories defined in batch render. The best point of this feature is, you don’t need wait the first cam render finish to change the cam, will be automatically, so if you have 2 or 20 cam’s, you need only set all cam’s that you would like to render and submit the job.

batch_render_additional

 

The process will start, so you can do another thing (lunch, meal, trip) :), and when you come back, probably you work will be concluded.

batch_render_04

 

Bellow a sample of some files from this sample, the name is the same that was defined in batch render, but with a sequential suffix (cam010000.jpg, cam010001.jpg, cam010002.jpg …..)

batch_render_05

 

Hope you enjoy this new subject in my blog! ;)

 

Take Care and have a great day!
Waldirio

image_pdf
, ,
April 24, 2015 at 5:46 am Comments (0)

My first animation

Friends

 

Follow my first animation

Hope you enjoy!

 

Take Care

image_pdf
, ,
April 13, 2015 at 10:32 am Comments (0)

Livro sobre Spacewalk / Spacewalk Book

Amigos, é com grande prazer que venho anunciar meu mais recente livro, uma ótima obra sobre o projeto Spacewalk, mantido pela Red Hat.

Friends, it is with great pleasure that I announce my latest book, a great work on the Spacewalk project, maintained by Red Hat.

 

Teremos disponíveis a versão em Português e a versão americana – Inglês.
We will have available the Portuguese version and the American version – English.

 

Spacewalk Book

 

Em breve retornarei com mais informações, assim como a data de lançamento.
Soon I will return with more information as well as the release date.

 

 

Abraços / Take Care
Waldirio

image_pdf
, ,
April 10, 2015 at 2:26 pm Comments (0)

Oracle User and Password Tips

Hello Friends

 

Today I’ll post to you a fast Oracle tip, normally we need check what user are registered in our Oracle database and some times change his/her password, so today we will learn how to check all users in our Oracle and how to change the password.

 

Ps.: We will still using CLI ok! :-)

 

Imagine, you have the system password, so you need open a cmd (prompt) and execute some commnand, according bellow:

 

SQL> show user;

Will list who you are! :-)

 

SQL> select * from all_users;

Will list all users registered or created in our Oracle env.

 

SQL> alter user spotfire_actionlog identified by spotfire_actionlog;

Will change the password for the user spotfire_actionlog to a new password, in this case I defined the same password “spotfire_actionlog”.

 

Bellow one screen to appear formatted.

 

oracle_cmd

 

That’s it, hope you enjoy!

 

Take Care

Waldirio

image_pdf
, , ,
March 10, 2015 at 1:10 pm Comments (0)

How to add Errata in SpaceWalk – Ya-Errata

Hello Friends, good morning

 

A few days ago I was looking for a way to add errata information in Spacewalk, because is very useful this feature. When using RHN Satellite, this kind of information come automatically, but using SW we have some steps to do. Today I’ll show you how configure to add errata information in our Spacewalk (named as SW too).

 

We are using to this lab the version 2.2 running over CentOS 6.6.

 

Ok, we have in nowadays 2 ready scripts bundle to add Errata in your own SW, in this post, we will use the Ya-Errata (https://github.com/liedekef/spacewalk_scripts), there are some nice scripts in Franky Repository, but we will check two specifics scripts “centos-clone-errata-full.sh” and “centos-clone-errata.sh“, but before, let’me talk about announces.

 

All the time, when a new announce happened in CentOS official Mail list, this is stored in archive files, where can be accessed here (http://lists.centos.org/pipermail/centos/index.html), if you click in Date, looking for announce, and you will find a info like “[CentOS] CentOS-announce Digest, Vol 118, Issue 1   centos-announce-request at centos.org“, inside this message, it is possible check information about packages related to Errata (enhancement, bugfix or security advisory).

 

Example bellow:

###

Today's Topics:

   1. CEEA-2014:1918 CentOS 6 oprofile Enhancement	Update
      (Johnny Hughes)
   2. CESA-2014:1911 Moderate CentOS 6 ruby Security	Update
      (Johnny Hughes)
   3. CESA-2014:1912 Moderate CentOS 7 ruby Security	Update
      (Johnny Hughes)
   4. CEEA-2014:1917 CentOS 7 ibus-hangul FASTTRACK	Enhancement
      Update (Johnny Hughes)

 

….

###

 

So, what we have to do is, collect these emails information and after, process to collect what we need about information to load our Errata data base information. Easy uhnn :-).

 

Ok, let’s start, our SW hostname is spacewalk and we don’t have errata yet, so we need prepare the environment to download the ya-errata and customize it.

 

To check erratas in the system, you can use spacewalk-report, as bellow:

 

[root@spacewalk ~]# spacewalk-report errata-list-all
advisory,type,cve,synopsis,systems_affected
[root@spacewalk ~]#

 

Before continue, we have a pre-req to use this script, to fix let’s run the command bellow:

[root@spacewalk ~]# yum install perl-Text-Unidecode -y
[root@spacewalk ~]# yum install perl-XML-Simple -y

 

Execute the commands bellow:

 

[root@spacewalk ~]# mkdir -p /usr/apps

[root@spacewalk ~]# cd /usr/apps

[root@spacewalk apps]# wget https://github.com/liedekef/spacewalk_scripts/archive/master.zip

[root@spacewalk apps]# unzip master.zip

 

Will be created a folder named spacewalk_scripts-master

 

[root@spacewalk apps]# cd spacewalk_scripts-master/

let’s check what we have here ….

[root@spacewalk spacewalk_scripts-master]# ll
total 80
-rwxr-xr-x. 1 root root 3937 Nov 7 11:51 centos-clone-errata-full.sh
-rwxr-xr-x. 1 root root 3567 Nov 7 11:51 centos-clone-errata.sh
-rw-r–r–. 1 root root 2291 Nov 7 11:51 epel-clone-errata.sh
-rw-r–r–. 1 root root 1494 Nov 7 11:51 oel-clone-errata.sh
-rw-r–r–. 1 root root 3071 Nov 7 11:51 README.md
-rwxr-xr-x. 1 root root 1398 Nov 7 11:51 redhat-clone-errata.sh
-rw-r–r–. 1 root root 243 Nov 7 11:51 usage.txt
-rw-r–r–. 1 root root 130 Nov 7 11:51 ya-errata-import.cfg
-rwxr-xr-x. 1 root root 47103 Nov 7 11:51 ya-errata-import.pl
[root@spacewalk spacewalk_scripts-master]#

 

Now, as I told before, we have 2 main files that we will configure and use, centos-clone-errata-full.sh and centos-clone-errata.sh, the difference between them is centos-clone-errata-full.sh will check the announce since 2004 until now, so will populate your errata database with all information available in CentOS Mail List that match with files in your repository. In centos-clone-errata.sh you will define the quantity of digests (normally 1 errata per day), so the default value is 5 and the maximum is 28 (one month in general). If you add 60 days for example, the code will reduce to 28 days.

 

Let’s stop talk and let’s go to the action :-))

 

Before edit the file centos-clone-errata-full.sh, you have to know what channel you will check the packages to add errata information. To do this you can use the command bellow:

 

###

[root@spacewalk spacewalk_scripts-master]# rhn-satellite-exporter –list-channels
Channel List:
B = Base Channel
C = Child Channel

B prod-centos6.5_x86-64

B centos6.5_x86-64

[root@spacewalk spacewalk_scripts-master]#

###

 

Note, we have in our environment the base channel centos6.5_x86-64 and we will use them to check erratas. This channel receive update daily.

 

Ok, let’s open the file centos-clone-errata-full.sh, inside them, looking for line as bellow:

export SPACEWALK_USER=admin
export SPACEWALK_PASS=redhat

Change according your environment, this info is referent to SW admin.

 

Now you will looking for a line like bellow:

./ya-errata-import.pl –erratadir=$ERRATADIR –server $SPACEWALK –channel prod-centos6.5_x86-64 –os-version 6 –publish | tee -a $LogFile

 

At this moment, we need change some points, as:

–channel <here you will define the channel name>, in our sample, centos6.5_x86-64

–os-version <version>, so if you are configuring to CentOS 6, still 6, if CentOS 5, use 5. :-)

–publish <This will commit your changes in database>, if you remove this flag, the script will check although will not commit in db.

 

At the end of the day, our file will be similar a …

./ya-errata-import.pl –erratadir=$ERRATADIR –server $SPACEWALK –channel centos6.5_x86-64 –os-version 6 –publish | tee -a $LogFile

 

Pay attention, you can check the status all the time in the log file (/var/log/errata.log)

 

After changes, let’s start the script.

[root@spacewalk spacewalk_scripts-master]# ./centos-clone-errata-full.sh

 

As I told before, execute the command bellow in another terminal to check the errata install progress

[root@spacewalk ~]# tailf /var/log/errata.log

 

After conclude the execution, you can check again the erratas in your system, as bellow:

 

[root@spacewalk ~]# spacewalk-report errata-list-all
advisory,type,cve,synopsis
CEBA-2012:0043:C6-64,Bug Fix Advisory,,CentOS 6 ncompress Update
CEBA-2012:0068:C6-64,Bug Fix Advisory,,CentOS 6 at Update
CEBA-2012:0346:C6-64,Bug Fix Advisory,,CentOS 6 nss_db Update
CEBA-2012:0365:C6-64,Bug Fix Advisory,,CentOS 6 gmp Update
CEBA-2012:0381:C6-64,Bug Fix Advisory,,CentOS 6 libgweather FASTTRACK Update
CEBA-2012:0382:C6-64,Bug Fix Advisory,,CentOS 6 tsclient FASTTRACK Update
CEBA-2012:0384:C6-64,Bug Fix Advisory,,CentOS 6 liberation-fonts FASTTRACK Update
CEBA-2012:0402:C6-64,Bug Fix Advisory,,CentOS 6 atlas FASTTRACK Update
CEBA-2012:0403:C6-64,Bug Fix Advisory,,CentOS 6 mkbootdisk FASTTRACK Update
…..
CESA-2013:1459:C6-64,Security Advisory,,Moderate CentOS 6 gnupg2 Update
CESA-2013:1475:C6-64,Security Advisory,,Moderate CentOS 6 postgresql Update
CESA-2013:1476:C6-64,Security Advisory,,Critical CentOS 6 firefox Update
CESA-2013:1480:C6-64,Security Advisory,,Important CentOS 6 thunderbird Update
[root@spacewalk ~]#

 

After this, will appear in your SW all erratas that match with packages in the local repository, since 2004. What we need now is define a regular update, to do this, we will use the script centos-clone-errata.sh, the idea is the same, but this script will collect information up to 28 days (maximum)., Will be fast and the hardware usage will be very low.

 

Well, that’s it, after downloaded all erratas to your base channel, you can manager erratas to cloned or freezed channels.

 

Let me know if you have some doubt about implementation or strange warning! :-), don’t be shimmed, tell me!

 

Ps.: You need add your centos-clone-errata.sh in a crontab, so the often will be by you!

 

Hope this post help you in your environment.

 

Take Care

Waldirio

 

image_pdf
, , , ,
December 4, 2014 at 1:27 am Comments (0)

ABRT with Spacewalk

Friends, good morning

 

I was with some problems to configure abrt with Spacewalk, but after a friends help and adding some information’s, I believe be interesting share this with you.

 

For a new machine with minimal installation, bellow what we have to configure abrt to work well.

 

[root@node1 ~]# yum install abrt

[root@node1 ~]# yum install abrt-tui

[root@node1 ~]# yum install abrt-addon-ccpp

[root@node1 ~]# chkconfig abrtd on

[root@node1 ~]# service abrtd start

[root@node1 ~]# abrt-install-ccpp-hook install

[root@node1 ~]# abrt-install-ccpp-hook is-installed

 

In the line above, you should see “abrt-ccpp hook is installed”

Execute

[root@node1 ~]# ulimit -c unlimited
or just add in /etc/security/limits.conf lines bellow
###
* soft core unlimited
###
To work with abrt-cli generating different reports, you need install packages bellow:
[root@node1 ~]# yum install sos
[root@node1 ~]# yum install libreport-plugin-mailx
[root@node1 ~]# yum install libreport-cli

 

libreport to send emails via report and generate a full report (abrt-cli report). I believe be interesting define libreport-* as required to abrt-tui package.

 

Hope you enjoy this simple and short procedure.
Ps.: Bellow some sample screens!

 

B’Regards
Waldirio
Main Screen
abrt01
General Bug Reports
abrt02
Specific node Bug Report
abrt03
Dump files from crash in a remote node
abrt04
image_pdf
, , ,
October 14, 2014 at 2:56 am Comments (0)

« Older Posts